Publicado por: rodrigobmpoa | 10 de setembro de 2009

Vought F4U Corsair – Versão 1D (Parte 3)

Bom dia!

Estamos de volta com mais um episódio dessa ladainha hehe. Bom uma vez pintado o interior e peças do avião, vamos começar a montagem. O manual pede que comecemos com o motor, e depois cockpit, mas nesse caso se invertermos dá no mesmo. Montei primeiro o cockpit e fuselagem, mas vou mostrar na ordem do manual então segue o motor.

Separei as peças, as pintei e montei o motor:

Montagem do motor 1

Eram apenas três cores, prata (usei chrome silver da Aeromaster), cinza metálico (o que eu tinha mais parecido era o gun metal da Tamiya) e um pequeno detalhe em preto fosco (usei um “genérico”). Deixei uma parte da árvore nas peças, para ter onde pegar na hora de pintar.

Peças do motor pintadas

Não levou mais do que alguns minutos, deixei secar da noite para o dia e ficou assim:

Motor pronto 1Motor pronto 2

Hoje verei como simular algum desgaste nesse motor.

Bom vamos para a parte do cockpit, é separar as peças e montar. O cockpit me deixou um pouco triste, porque eu não tenho muito talento e vi que ficaria bom comprar um cockpit customizado que eu vi no fórum da Web Kits, era MUITO perfeito, feito em resina exatamente para este kit da Academy, mas custava mais caro que o kit. Tem horas que temos que nos impor limites. Se ele estivesse em uma loja aqui em Porto Alegre, eu não teria resistido, mas como tinha que esperar via correio, usei a demora para receber como pretexto para resistir.

Comecei aplicando o decal do painel de intrumentos. Não havia olhado direito o painel quando disse no outro post que ele não era feito em relevo (como havia decal, fui induzido ao erro). Mas enfim, vamos ao decal. Isso é uma espécie de película muito fina, onde é impresso uma série de coisas, como por exemplo as insígnias do avião, barco, veículo e etc.

Aplicando decais 1

Recortei da cartela de decais, cuidadosamente com um estilete (ninguém ia gostar de estragar decais, não é mesmo?) e coloquei na água. É necessário sempre colocar o decal na água para soltar da cartela. Coloca-se por alguns segundos, eu deixo o mínimo necessário, pois se deixar tempo demais ele perde a característica adesiva. Assim ele prende melhor.

Aplicando decais 2Aplicando decais 3Aplicando decais 4Aplicando decais 5Aplicando decais 6

E aí vem o pulo do gato. Caso o leitor não saiba, a poeira e o tempo são inimigos mortais dos decais. Estraga mesmo se você não tomar cuidado. Existem muitos produtos que prometem fixar melhor (eu usava um da Testors) mas no meu caso não me acertei, pois eles fixam melhor mas não protegem do pó. Então eu comecei a usar um tipo de verniz acrílico da Model Master que não altera o tom da cor que tem por trás do decal (que você pintou) e “sela” o decal, protegendo ele. Na primeira vez que apliquei ele (no meu Mirage 2000D) fiquei com um pé atrás, logo depois de aerografar ele deixou um aspecto brilhante no avião, mas bastaram alguns segundos para ele simplesmente sumir. Nunca mais parei de usar. Apesar de eu não utilizar pinturas externas com tinta acrílica, ele serve para ela e para tinta esmalte também.

Verniz

Bom, vamos ao restante do cockpit.

Separei as peças e tentei dar uma envelhecida nos instrumentos com uma técnica que chamamos de “pincel seco”, que consiste em molhar o pincel com uma tinta mais clara que a peça pintada onde vamos aplicar o efeito, eliminar desse pincel molhado bastante tinta, com um pano ou papel toalha e esfregar suavemente nas bordas e saliências da peça, simulando o desgaste natural de uso. Eu não apliquei muita técnica no cockpit, primeiro porque não tenho (heheh) e segundo porque eu ainda estou frustrado por não ter comprado o cockpit custom.

Cockpit 1

Bobeei e não tirei fotos desde o início do processo, quando vi, já tinha começado a montar (amadorismo):

Cockpit 2

É necessário antes colar os painéis laterais do interior do cockpit:

Cockpit 3

E então começamos a colocar o cockpit dentro da fuselagem, sempre cuidando a exata posição e os ângulos internos, pois senão o outro lado da fuselagem não encaixa. Dica: vá colocando e testando o encaixe do outro lado, assim quando terminar e faltar somente o outro lado da fuselagem você não vai ter surpresas.

Cockpit 4Cockpit 5

Para finalizar a primeira etapa da fuselagem, ainda é preciso ter atenção e fixar o trem de pouso traseiro. Ele vem em três partes mas achei muito frágil o encaixe.

Trem de pouso 1Trem de pouso 2

Depois de colado e seco, chega a hora de colocar na fuselagem e montá-la. coloque cola de um dos lados e suavemente e de preferência sem deslizar (ou a cola pode borra o kit) faça o encaixe. Lembre-se de que você testou várias vezes esse encaixe, se não testou o suficiente ou tem dúvidas, teste de novo. 30 segundo a mais na montagem de um kit evitam muitas vezes desastres. Depois de colado, eu prendo bem com fita de mascarar da Tamiya, fazendo pressão dos dois lados para que fique bem firme e não solte antes da cola secar:

Fuselagem 1Fuselagem 2Fuselagem 3

Bom por hoje é só. Próximo passo:  encaixar o motor, as asas e colocar putty (massa de correção) nas imperfeições.

Até a próxima.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: